Procedimento no útero aumenta a taxa de gravidez

 

 

Recentemente foi demonstrado que o processo de implantação endometrial do embrião está relacionado não só com a qualidade embrionária, mas com diversos fatores endometriais (tecido intra uterino onde o embrião vai se implantar) que ainda não foram totalmente elucidados os quais determinam a melhor receptividade do mesmo. Pacientes que tiveram múltiplos tratamentos de Fertilização In Vitro (FIV) sem sucesso, podem ter chances aumentadas se forem submetidos a este processo de "injúria endometrial".

 

Este procedimento consiste em fazer uma "agressão" ao endométrio, através de uma biópsia endometrial, que pode ser feita com um cateter ambulatorialmente, ou por histeroscopia ou através de curetagem uterina, e trata-se de um procedimento simples, e preferencialmente dever ser feito no ciclo anterior a transferência embrionária. Esse processo libera fatores de crescimento que são importantes para receptividade do endométrio. Barash em 2003 demonstrou que a injúria endometrial, usando um cateter de biópsia, aumentou a taxa de gestação pois promoveu a liberação de diversos marcadores, como fatores de crescimento e citocinas entre outros. A injúria pode duplicar ou até mesmo triplicar as chances de se obter uma gestação.

 

Fonte: Endometrial injury in women undergoing assisted reproductive techniques - Cochrane Database of Systematic Reviews 2012, Issue 7. Art. No.: CD009517. DOI: 10.1002/14651858.CD009517.pub2)

Please reload

Postagens recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Pesquise pelas Tags

Agende sua consulta pelos telefones: (19) 3234.8264 | (19) 9.9921.8001

Instituto Bragheto de Fertilidade - Rua Eduardo Lane, 380 - Guanabara - Campinas / SP - Cep: 13.073-002

© 2018 Todos os conteúdos desse site são de propriedade do Instituto Bragheto.