Agende sua consulta pelos telefones: (19) 3234.8264 | (19) 9.9921.8001

Instituto Bragheto de Fertilidade - Rua Eduardo Lane, 380 - Guanabara - Campinas / SP - Cep: 13.073-002

© 2018 Todos os conteúdos desse site são de propriedade do Instituto Bragheto.

Novo tratamento para a Síndrome do Ovário Pilicístico

September 11, 2018

 

Um estudo do Instituto Nacional Francês de Saúde e Pesquisa Médica, publicado em maio de 2018, apontou que a síndrome do ovário policístico pode ser provocada por um desequilíbrio hormonal que acontece antes mesmo do nascimento. De acordo com a pesquisa, a síndrome pode ser desencadeada antes do nascimento devido ao excesso de exposição no útero a um hormônio chamado anti-Mülleriano.

 

A causa da síndrome ainda é desconhecida, pode ser por vários fatores. Não se sabe explicar a razão da síndrome se desenvolver em umas mulheres e em outras não. O estudo é um avanço porque já mostra a influência da mãe pra filha. Ou seja, a gestante pode influenciar a forma como os genes da filha vão se comportar, mesmo que ela não tenha desenvolvido o ovário policístico.

 

Outro ponto que deve ser observado, segundo o médico, é que se o método da pesquisa for comparados nos seres humanos, as filhas das pacientes com ovários policísticos podem auxiliar na solução para as mães gestantes diagnosticadas com a síndrome.

 

Técnicas de Reprodução Assistida Auxiliam:

 

De acordo com o IBGE, 2,5 milhões de brasileiras tem a síndrome do ovário policístico e, desse total, 30% não conseguem engravidar. As técnicas de reprodução assistida podem auxiliar as mulheres com esse diagnóstico e que tentam engravidar há mais de um ano e não conseguem.

 

Entre os tratamentos possíveis para estimular a gravidez estão a indução da ovulação a partir do uso de medicamentos, por inseminação artificial ou fertilização em vitro. Há boas chances de sucesso nas primeiras tentativas.

Please reload

Postagens recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Pesquise pelas Tags